4 Perguntas para se fazer antes de registrar uma ocorrência no seu imóvel alugado


Se você mora em um imóvel alugado e precisa registrar uma ocorrência na imobiliária, atente-se para estas quatro perguntinhas que vão facilitar (e muito!) a sua vida.


1) O problema é estrutural ou por uso?


O Registro de Ocorrência pode ser aplicado apenas em problemas estruturais, que são de responsabilidade do dono do imóvel.


Problemas desencadeados por uso, como entupimento, vazamento de torneiras ou problemas de trincos e maçanetas são de responsabilidade do inquilino, desde que o problema não tenha sido detectado na vistoria inicial.


2) É fácil de consertar?


O Registro de Ocorrência funciona da seguinte maneira: você precisa ir à imobiliária pessoalmente, registrar a ocorrência, agendar a vistoria de manutenção e aguardar o retorno da imobiliária com a resposta do proprietário de como ele vai resolver o problema.


Por isso, se o problema for fácil de consertar, como a simples troca de uma maçaneta, vale a pena fazer o conserto e não ter este transtorno.


3) Quanto fica para consertar?


Esta pergunta é um desdobramento da pergunta acima.


Se valer à pena arcar com o conserto, pague pela comodidade e não se preocupe em registrar a ocorrência na imobiliária.


4) Eu posso esperar alguns dias até o proprietário tomar as devidas providências?


Não podemos deixar de citar que alguns proprietários acabam enrolando um pouco para executar o conserto.


Se for urgente você precisa tomar uma decisão: conserta e corre o risco de não receber o reembolso ou aguarda e corre o risco de sofrer algum dano pior.


Coloque na balança qual benefício vale mais à pena e tome sua decisão!


Fonte:

https://www.casagrandenetimoveis.com.br/blog/4-perguntas-para-se-fazer-antes-de-registrar-uma-ocorrencia-no-seu-imovel-alugado/#more-396


Gostou da matéria? Clique aqui e faça sua Avaliação. Ajude outros locatários!

Posts Destacados 
Posts Recentes 
Siga nos
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page
Procure por Tags