top of page

Dicas para alugar um imóvel sem dor de cabeça!




Alugar um imóvel pode ser uma decisão importante e que exige cuidado na escolha. Afinal, você irá morar ou trabalhar nesse lugar por um período de tempo e precisa estar satisfeito com a escolha. Para ajudar você nessa tarefa, separamos 6 dicas essenciais que vão auxiliar na escolha do imóvel ideal.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

1. Organize suas finanças

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Muitos tentam fugir desse passo, mas ele é o primeiro para garantir que o aluguel de um imóvel saia conforme o planejado. Alugar um espaço significa ter despesas mensais. Além do valor pago ao proprietário ou à imobiliária, ainda existe o condomínio e as despesas individuais.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Por isso, para saber se você não vai passar por situações complicadas no futuro, é importante fazer um planejamento financeiro. Analise, de acordo com as suas receitas, quanto você poderá investir no aluguel de um imóvel. O ideal é que os gastos não ultrapassem 30% da renda familiar. Essa é uma margem que deixará você tranquilo para conseguir arcar com os gastos e eventuais emergências.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Avalie, também, se está em um emprego estável e procure manter uma reserva financeira. Basta poupar um pouco todos os meses para garantir alguma segurança. Sabendo o valor exato do seu aluguel ideal, fica muito mais fácil filtrar as opções disponíveis no mercado.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

2. Considere todas as despesas

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Essa dica complementa a anterior, mas é necessário separá-la para que você entenda tudo o que está incluído na hora de alugar um imóvel. Além do valor de aluguel e condomínio, certifique-se de colocar na ponta do lápis valores como IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), água, luz e gás. Inclua também as taxas de FCI (Fundo de Conservação do Imóvel) e eventuais reparos com os quais você possa vir a arcar.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Outra despesa é a de manutenção, principalmente em casas com quintais. Você vai precisar de uma reserva para pagar limpeza de jardim e até desentupimento de fossas, em alguns casos. O importante, aqui, é pensar em todas as hipóteses possíveis para que o dinheiro não falte e você não se desespere por falta de planejamento.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

3. Não abra mão de um contrato

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Independentemente de negociar com uma imobiliária ou direto com o proprietário, é imprescindível que você alugue o imóvel por meio de um contrato. Ele é o documento que garante seus direitos e discrimina seus deveres como inquilino. Fique atento às cláusulas e confira se os valores e taxas estão listados de forma objetiva. Além disso, também é essencial que o documento defina quem é responsável por quais pagamentos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O contrato também deve prever as condições para a quebra de contrato, caso você precise se mudar antes do prazo estipulado. Normalmente, há uma multa proporcional ao tempo restante, mas você pode tentar negociar com o proprietário ou a imobiliária para evitar esse custo. Outra opção é encontrar um novo inquilino que assuma o seu lugar e o seu contrato.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

4. Avalie as necessidades dos moradores

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Antes de escolher um imóvel, pense nas necessidades e nos desejos de quem vai morar ou trabalhar nele. Por exemplo, quantos quartos são necessários? Há espaço suficiente para os móveis e objetos? Há acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida? Há área de lazer ou de convivência? Há segurança e privacidade?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Esses são alguns aspectos que podem fazer a diferença na sua qualidade de vida e na sua satisfação com o imóvel. Por isso, não se deixe levar apenas pela aparência ou pelo preço. Busque um imóvel que atenda às suas expectativas e que ofereça conforto e praticidade.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

5. Liste os melhores bairros para a sua realidade

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Outro fator importante na hora de alugar um imóvel é a localização. Você deve levar em conta a distância do seu trabalho, da escola dos filhos, dos serviços essenciais, do transporte público, entre outros. Além disso, você deve considerar a infraestrutura, a segurança, a valorização e o perfil do bairro.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Faça uma pesquisa sobre os bairros que mais se encaixam na sua realidade e no seu orçamento. Liste as vantagens e desvantagens de cada um e compare as opções de imóveis disponíveis. Assim, você poderá escolher o bairro que mais combina com o seu estilo de vida e com as suas necessidades.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

6. Faça uma vistoria no imóvel antes de fechar negócio

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Por fim, mas não menos importante, faça uma vistoria no imóvel antes de assinar o contrato. Essa é uma forma de verificar se o imóvel está em boas condições e se corresponde ao que foi anunciado. Observe se há algum dano, defeito ou problema que possa comprometer a sua estadia.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Também aproveite para tirar todas as suas dúvidas com o proprietário ou o corretor. Pergunte sobre as regras do condomínio, as formas de pagamento, as garantias exigidas, os prazos de entrega, entre outras questões relevantes. Registre tudo o que for acordado e solicite um laudo de vistoria que comprove o estado do imóvel na data da entrega.

⠀⠀⠀⠀

Espero que esse texto tenha sido útil para você!

Posts Destacados 
Posts Recentes 
Siga nos
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page
Procure por Tags
bottom of page