Como ser um bom vizinho - Vivendo em apartamento


vizinhos3.jpg

Vizinho barulhento é um problema comum em uma sociedade, na qual muitas pessoas vivem em conjunto. Obviamente, esta questão pode ser mais significativa quando a pessoa compartilha seu imóvel com outra pessoa em um apartamento, dentro de um condomínio. Mas, mesmo em casas independentes, um vizinho que incomoda pode tornar a vida difícil, especialmente se o ruído de música alta continua noite adentro, ou ocorre durante as primeiras horas da manhã. Esta situação é delicada para tratar, exigindo uma capacidade da pessoa em manter a calma, especialmente quando se discute sobre ruídos com quem mora ao lado.


Algumas dicas para se dar bem com vizinhos:


1 - Evitar problemas, em primeiro lugar: a melhor maneira de evitar conflitos com os vizinhos é construir um bom relacionamento com eles. Se a pessoa se mudou recentemente e vai fazer uma festa, deve estender um convite para os moradores próximos a sua casa. Desse modo, se a festa for até tarde, não haverá reclamações, pois seus vizinhos também estarão nela. Porém, se eles não foram ao evento, e o som esteve acima do permitido, um pedido de desculpas no dia seguinte, oferecendo-lhes uma pequena gentileza, como uma garrafa de vinho ou alguns doces da festa, pode ajudar a manter a paz entre todos.


2 - Saber se comunicar bem: a aproximação entre os vizinhos deve ser de forma amigável, respeitosa para esclarecer qualquer questão pertinente a ambos ou simplesmente para criar um vínculo de amizade. Dessa forma, possíveis problemas poderão ser evitados, se a comunicação entre os vizinhos ocorrer de maneira correta sem intervenções de terceiros.


3 - Não fazer muito barulho: este é um problema comum de brigas entre vizinhos quando alguém decide aumentar o volume do som mais do que deveria. Uma das regras da boa vizinhança é não fazer ao vizinho o que a pessoa não gostaria que fizessem a ela.


4 - Educar o animal de estimação: atualmente muitas pessoas que vivem em apartamento possuem um animal em casa que pode incomodar bastante o vizinho com seu barulho. Para que isso não ocorra, a pessoa deve educar seu bichinho de estimação desde cedo, para que não haja problemas futuros.


5 - Educar os filhos: outro problema muito comum de discórdia entre vizinhos é o barulho que as crianças podem fazer. Os pais devem estar sempre atentos à educação dos filhos e, exercendo o poder de cidadania, informá-los que para se viver em uma comunidade o respeito é fundamental.


6 - Saber respeitar o direito alheio: dentro das normas de um condomínio existem determinadas regras que devem ser seguidas, principalmente quanto ao horário de festas e utilização das áreas comuns aos condôminos. O ideal é que todos respeitem as normas da boa convivência, cumprindo o estatuto e participando de assembleias de moradores, quando for o caso para contribuir com alguma boa ideia para todos.


A razão sugere que a pessoa em primeiro lugar tente resolver com os vizinhos o problema de barulho. Essa conversa deve ser educada e mesmo amigável, podendo começar com uma declaração como: “Eu não tenho certeza se você está ciente das normas”, de modo que o ruído seja atribuído apenas à incapacidade da pessoa para reconhecer que o barulho que ela faz incomoda aos outros. A pessoa deve tentar explicar brevemente a questão do ruído, e pedir ao vizinho para abaixar a música alta, criar situações para o cão parar de latir, ou não realizar festas até a madrugada. Dessa maneira, uma boa relação só trará benefícios para todos.


Fonte:

http://www.dicionariofeminino.com.br/6-dicas-para-se-dar-bem-com-seus-vizinhos/


Gostou da matéria? Clique aqui e faça sua Avaliação. Ajude outros locatários!

Posts Destacados 
Posts Recentes 
Siga nos
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page
Procure por Tags